Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 81 3476-1547
No comando: Manhã da Comunidade

Das 08:00 às 10:00

No comando: Domingão Especial

Das 09:00 às 12:00

No comando: Sabadão de Sucesso

Das 09:00 às 12:00

No comando: Almoçando com música

Das 12:00 às 14:00

No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 17:00 às 18:00

No comando: Especial Roberto Carlos

Das 18:00 às 20:00

No comando: Especial Roberto Carlos

Das 18:00 às 20:00

No comando: Amor sem fim

Das 20:00 às 00:00

No comando: O melhor da MPB

Das 22:00 às 00:00

Menu

Moro defende projeto e afirma que não existe licença para matar

Projeto de lei anticrime, apresentado pelo Ministério da Justiça na segunda-feira chega com polêmica sobre o que foi considerado “licença para matar”.

O pacote de medidas, que vai ao Congresso nesta semana, reconhece como legítima defesa uma reação da vítima para evitar a agressão a si ou a reféns que culmina com a morte do bandido.

O ministro Sérgio Moro defendeu a proposta e afirmou que o texto apenas faz referência ao que já ocorre na prática.

E citou a tentativa de assassinato da apresentadora de TV, Ana Hickmann, em um hotel, quando o cunhado reagiu, matou o bandido e depois, foi absolvido.

O ministro da Justiça destacou que está em definição, na forma da lei, o que se enquadra em legítima defesa.

O projeto prevê o início do cumprimento da pena logo após a condenação em segunda instância e, segundo Moro, serão endurecidas as punições de crimes graves.

Fonte: Agencia Rádio 2

 

Deixe seu comentário: